angkor

Oi Gente!

Cá estou eu fazendo a coisa que mais amo depois de viajar: planejar uma nova viagem!

Ainda não contei qual vai ser meu roteiro completo e vou deixar pra fazer isso um pouquinho mais perto (falta pouco menos de 2 meses!), mas já estou super animada e deixando tudo organizado!

O que posso dizer é que vou pro Sudeste Asiático, um lugar que amo de paixão bem como todo continente! Esses dias comentei ainda com alguém que não sei o que tem naquele lado de lá, mas é algo muito forte e que tenho uma conexão imensa! Sabe aquelas viagens que fazem bem pro coração? Então! Viajar para Ásia é assim para mim!

Um dos países que vou visitar durante esta minha Ásia trip  pela primeira vez será o Camboja. Estou muito animada de ir para lá, um país lindo, de uma cultura riquísima (e seus belos templos, incluindo os do complexo de Angkor), com uma história  muito comovente e triste, mas ao mesmo tempo  de um povo super forte, simpático e que a cada dia busca superar tudo o que viveu! E é incrível que conversei com várias pessoas que já foram para lá e todas elas falam a mesma coisa, que vou me apaixonar! Depois eu conto!

De todos eles esse é o único para o qual eu precisarei de visto para entrar e quando fiquei sabendo disso pensei que seria super complicado. Me enganei! Quem viu meus stories hoje percebeu quanto foi fácil e prático!

Se você também está planejando viajar para lá, este post é para você!

Existem 3 formas de conseguir o visto para o Camboja, cada uma delas dependendo de onde e de como você está entrando ou saindo do país.Vou explicar todas elas! Mas antes disso vale lembrar que após a entrada na imigração você pode permanecer no Camboja por 30 dias e que para cada vez que você for entrar no país novamente deve emitir um novo visto, não importando se ficou menos de 30 dias na última visita. Esta regra vale para todas as modalidades de visto. Caso queira estender sua estadia deve comparecer pessoalmente até a embaixada e solicitar.Dito isso, vamos ao que interessa!

Como conseguir meu visto?

Uma das opções e a mais prática é o e-visa, que é o visto solicitado online, via site oficial do governo do Camboja. É super simples de fazer e evita que você fique em filas enormes ou tenha que ficar preenchendo formulários na sua chegada. Foi o que eu fiz e o processo é super simples. Você precisa ter seu passaporte digitalizado, uma foto tipo passaporte digitalizada, suas datas de entrada e informação de onde vai se hospedar. Tudo isso é rapidamente preenchido junto com seus dados pessoais e você passa para a etapa do pagamento. O visto custa USD 30,00 + USD 6,00 de taxa de processamento. Assim que você finaliza o pagamento via cartão de crédito você já recebe um e-mail com o número de seu processo onde você pode consultar o status do seu visto. Eles leva até 3 dias para oficializar o visto e pronto! É só imprimir duas vias e levar junto com seu passaporte para poder apresentar uma na entrada e uma na saída!

Minha solicitação! Você consegue entrar e consultar o status

Minha solicitação! Você consegue entrar e consultar o status. O meu ainda está pendente porque solicitei hoje!

Maaaaaas, preste atenção! se você estiver entrando via aérea, por um aeroporto, pode usar o e-visa tanto na entrada quanto na saída sem nenhum problema, mas como muita gente viaja pelo Sudeste Asiático com budget limitado, muita gente entra no país por fronteiras terrestres, de ônibus. Daí você deve ficar mais atento. Todas as fronteiras terrestres, de todos os países que fazem fronteira com Camboja (Tailândia, Vietnã e Laos), aceitam o e-visa na saída. Então se você quiser entrar de avião e sair de ônibus, tudo certo, esta opção serve. Mas apenas 3 delas aceitam o e-visa na entrada. Para todas as outras você vai precisar do Visa on Arrival, que é o visto na entrada do país. Para isso você vai preencher um formulário com seus dados e apresentar seu passaporte, duas fotos; uma 3×4 e uma 5×7  (você nunca sabe qual eles vão pedir) e também o valor do visto em espécie e em dólares, para não ter problema com a imigração. Estes países costumam ser corruptos e você não quer ser sobretaxado por não ter a foto ou a moeda correta, né? Pronto! Com visto no passaporte é só seguir viagem! Abaixo anexei a tabela do site oficial do Governo do Camboja que mostra quais as 3 fronteiras que aceitam o e-visa na entrada. Serve para planejar o roteiro.e-visa

Além destas formas, caso você vá de avião e não saiba com antecedência que vai para lá ou mesmo não tenha tempo ou esqueça de fazer o e-visa, o visa on arrival também pode ser solicitado no aeroporto. O valor é o mesmo, os USD 30,00. Basta saber se vão querer ou não cobrar os USD 6,00 de taxa de processamento. Vale a pena levar dinheiro suficiente e nunca discutir em nenhuma imigração. A gente nuca sabe o que pode acontecer.

De qualquer uma das formas, o visto é concedido facilmente e provavelmente você não terá problemas. Na minha opinião, que tento ser a mais agilizada possível e sair o quanto antes do aeroporto, acho que o e-visa evita filas, que geralmente nestes países são grandes e desorganizadas.

Gostei muito de ter descoberto este recurso e desmistificar o visto por aqui!

Não vejo a hora de chegar em Siem Reap e me aventurar por lá! Pena que serão apenas 4 dias! Mas já estou louca para contar tudo por aqui!

Um beijo e obrigada pela visita e participação com e-mails e comentários aqui no blog!

Natalia!

Share: