2017-04-05 - B - Shamwari Game Reserve - Bayethe Lodge (141)_

Oi Pessoal!

Se tem alguma atividade que vem à mente quando falamos em África é o Safári, não é mesmo? Quando falamos em África do Sul o primeiro nome que surge é o Kruger Park. Mas e se você tiver poucos dias e estiver pelos lados de Cape Town e Rota Jardim? Vai ter que voltar pra casa sem esta experiência?

Claro que não! O Kruger não é a única opção de safári e a região da Garden Route tem vários Game Drives, que são safáris em reservas privadas, além do Addo Elephant Park, que é um Parque Nacional! Mas, como e qual escolher?

Eu queria ter feito os dois tipos de safári, mas o curto tempo de viagem (apenas 12 dias) não me permitiu, então precisei optar! Vou contar um pouco sobre os dois tipos de safáris e o que fizemos, assim espero ajudar você a tomar a sua decisão! Foi meu primeiro safári da vida e escolher neste caso não foi fácil e demandou muita pesquisa!

Vamos lá?

Parques Nacionais X Reservas Privadas

Este é um assunto que muito se discute em fóruns de viagem. Há quem defenda as reservas e há quem não goste delas e prefira os parques. Acredito que vai muito da sua expectativa ao escolher uma atividade como essa.

Eu tinha medo de parecer estar em um zoológico em uma reserva privada, mas posso falar com propriedade que não tem nada a ver! Muito pelo contrário! Senti que no Shamwari os animais vivem totalmente selvagens, sem nenhuma interação com pessoas. Existem muuuuuitas reservas privadas por lá, mas vale a pena ler um pouco sobre para ver se o trabalho que realizam é legal, se realmente os animais vivem livremente etc! No site que promove o turismo da África do Sul eles listam as 10 melhores reservas privadas do país. Confira aqui!

Muuuuitos elefantes juntos ! Contamos mais de 30 neste dia!

Muuuuitos elefantes juntos ! Contamos mais de 30 neste dia!

Acho que comentei já no primeiro post sobre a África do Sul o quanto os Parques Nacionais me surpreenderam por lá. Acredito que muito temos a nos espelhar nos sul africanos, que oferecem uma estrutura invejável e parques super bem conservados. Visitamos 3 Parques Nacionais durante nossos 12 dias de viagem e não tenho nada a reclamar, portanto a ideia de visitar o Addo Elephant Park, que fica próximo à Rota Jardim e é um santuário de elefantes, foi bem tentadora! Fiquei até triste de não ir lá também. Ele é o terceiro maior parque nacional da África do Sul, com 638 mil hectares e se estende até a costa!  O Addo foi fundado em 1931 com um número triste, por conta da caça desenfreada, restavam apenas 11 elefantes no parque inteiro! Após esforço muito grande dos envolvidos, hoje são mais de 600 elefantes que vivem ali e também outros animais!

Mas Natalia, qual a diferença entre uma Reserva Privada e o Addo?

Bom, vamos lá! Para mim a maior difereça é no tipo de experiência que se tem. Nas reservas é tudo mais exclusivo, mas nos Parques Nacionais você pode fazer o safári com o seu próprio carro se se sentir seguro pagando apenas algo em torno de USD25,00. A estrada é boa e você pode dirigir livremente, por quanto tempo quiser e também contemplar os animais sem pressa! Se quiser, por algo em torno de USD 30,00 você também consegue fazer safáris guiados por rangers do parque com outras 12 pessoas. Nas reservas privadas você vai ter que dividir seu carro com apenas outro casal e geralmente os safáris estão inclusos no valor da diária. Os valores exatos das taxas do Addo estão aqui!

Para mim, visitar com guia (independente de onde) é bom, pois eles se comunicam entre si informando uns aos outros onde viram determinados animais e isso faz com que você consiga ver muito mais animais em uma visita guiada do que com seu próprio carro, fazendo um safári mais produtivo. Como não se trata de um zoológico, os animais se movem e dificilmente estarão parados no mesmo lugar! Sendo assim, com seu carro e sem comunicação com guias pode ser mais difícil ver mais animais do que os elefantes no Addo.

Um pró das reservas privadas é que são menores em extensão e desta forma fica mais fácil encontrar uma maior variedade de animais, pois assim que recebe a informação de onde determinado animal foi encontrado, é mais rápido pro ranger se deslocar até lá! No nosso safári ficou faltando apenas o Leopardo dos Big 5, já que nosso ranger explicou que geralmente onde tem muito leão, não tem muitos leopardos, já que caçam o mesmo tipo de comida!

Nos parques nacionais a acomodação pode ser bem mais em conta do que em uma reserva privada. Já as reservas privadas geralmente seguem um padrão mais luxuoso. A lista dos tipos de acomodações disponíveis no Addo está aqui! Para se hospedar ali você tem que ser rápido e se planejar com antecedência, pois as vagas se esgotam rapidamente! Faça sua reserva por aqui.

Próximo do parque existem vários hotéis, mas o parque abre para o público geral apenas às 7:00 h, e o primeiro safári para quem está dentro do parque é às 6:00 h, o que dá mais vantagem para quem se hospeda dentro já que nas primeiras horas da manhã os animais são mais ativos e a chance de ver mais espécies aumenta bastante!

 Tanto o Addo Elephant Park quanto todas as reservas desta região são Malaria Free!

No fim, depois de avaliar muito, nós escolhemos fazer nosso safári no Shamwari Game Reserve porque eu queria ter mais chances de ver mais animais (o maior número possível de espécies!) no curto tempo que tínhamos e porque, além de acomodações perfeitas,  gostei muito, muito, muito da história e trabalho feito no lugar. Amo os animais e o trabalho realizado pelo Shamwari é emocionante!

Sobre o Shamwari Game Reserve

A 75 Km de Port Elizabeth e próximo ao Addo Elephant Park, o Shamwari Game Reserve não é apenas um hotel. É um daqueles projetos de conservação admiráveis e que deu muito certo! Não foi sempre uma reserva gigantesca com mais de 25 mil hectares e acomodações 5 estrelas como é hoje. Fundado em 1992, começou com a compra de uma pequena fazenda. Fazendo um pouco de pesquisa eles descobriram que o Cabo Oriental era um lugar com uma enormidade de vida selvagem, inclusive sendo o local onde facilmente se encontravam os Big 5 (Leão, Búfalo, Rinoceronte, Elefante e Leopardo!), porém com a caça desenfreada, a agricultura e a seca, esses animais desapareceram dali! Os proprietários da reserva resolveram então fazer com que o local voltasse a ser como era originalmente e isso incluiu a reabilitação e preservação da história, fauna e flora do Cabo Oriental. Atualmente, 25 anos depois, é uma das maiores iniciativas de conservação privadas do país, ganhou por vários anos consecutivos prêmios tanto de melhor experiência de Safári em Reservas Privadas como de Conservação por seu magnífico trabalho, aparecendo inclusive em programas do Animal Planet! E vendo de perto é ainda mais extraordinário. Como curiosidade, Brad Pitt, Tiger Woods, John Travolta e Nicolas Cage já se hospedaram por ali.

Girafas passeando bem em frente a um dos Lodges da Reserva

Girafas passeando bem em frente a um dos Lodges da Reserva

Eles possuem uma fundação chamada Born Free Foundation, que tem como função resgatar leões e leopardos de cativeiros, como circos e zoológicos, onde não recebem uma condição adequada de vida e reintroduzi-los à vida selvagem. Esta parte da reserva é cercada, pois estes animais não têm mais condições de conviver com animais 100% selvagens, mas pelo menos dá muito mais dignidade! A fundação pode ser visitada com agendamento. Por conta do curto tempo não conseguimos visitar, mas eu teria adorado!

Outra parte super legal da reserva e que, para mim, é um super diferencial, é o Centro de Reabilitação de Animais. Ali são trazidos animais machucados ou filhotes órfãos de outras reservas e do Addo, onde são tratados e cuidados até poderem ser devolvidos ao seu habitat original! Eles possuem um hospital e vários locais para os animais ficarem enquanto se reabilitam e o trabalho é lindo mesmo, sempre com a preocupação de manter os animais totalmente selvagens! Junto do Centro de Reabilitação fica um Centro de Informação sobre os Rinocerontes, onde o visitante pode conhecer um pouco mais do trabalho feito para tentar salvar esta espécie tão ameaçada! Eles mostram fotos de rinocerontes que já resgataram e explicam como os caçadores fazem para retirar o seu chifre! É de cortar o coração, mas muito instrutivo! Adorei vistar este centro e a visita também deve ser agendada com o hotel com antecedência!

Filhotinho do Centro de Reabilitação

Filhotinho do Centro de Reabilitação

Encostar nos animais em reabilitação é proibido, mas esta zebrinha era de uma reserva vizinha rejeitada por sua mãe por conta seu tamanho super pequeno e que não teria condições de

Encostar nos animais em reabilitação é proibido, mas esta zebrinha era de uma reserva vizinha e foi rejeitada por sua mãe por conta seu tamanho super pequeno. Por isso não terá condições de voltar a viver com sua família na savana e os donos da reserva vão cuidar dela. Este é um dos raros casos em que os animais não voltam à vida selvagem.

Como chegar

A estrada que chega no hotel é de terra e fora da via principal! Uma parte dela é totalmente sem cercas e você vai dar de cara com animais como elefantes, girafas e zebras cruzando a estrada! É super divertido!

Shamwari-Map

Eles têm um PDF só pra explicar como chegar de diversas direções. Para ver clique aqui!

Se você preferir o hotel também tem serviço de shuttle pago. Para contratar você deve entrar em contato com o hotel no ato da reserva. Caso deseje também pode pousar na pista da reserva e neste caso, o transporte até o seu lodge é gratuito!

Quanto tempo ficar

Nos hospedamos por duas noites e fizemos 4 safáris + visita ao Centro de Reabilitação. Adorei, mas não consegui visitar a Born Free Foundation e nem usar o spa, então acho que o ideal ali seriam três noites. Não fique somente uma pois não vai conseguir curtir o lugar!

Acomodações

O Shamwari possui 6 tipos de lodges diferentes, todos 5 estrelas. Eles funcionam como hotéis independentes e ficam bem distantes entre si, para manter o clima de exclusividade e privacidade. Todos os lodges possuem pouquíssimos quartos e realmente você vai ter um atendimento super exclusivo da sua chegada à sua saída, com uma pessoa que te leva ao quarto e explica tudo, ao cuidado de ter as cortinas fechadas, roupão, chinelos e banheira preparada para usar no retorno do jantar! Num dos lodges, o piso do banheiro tinha aquecedor e na volta do safári da noite, como chegamos com frio, ele já estava quentinho nos esperando para um banho! Faça sua reserva clicando aqui.

Animais soltos pelo hotel!

Animais soltos pelo hotel!

No Shamwari todas as refeições estão incluídas e são à la carte. Todas as bebidas não alcoólicas nos restaurantes e no quarto e todas inclusive as alcoólicas durante o safári também. Os dois safáris do dia e as visitas aos centros também estão inclusos no valor da diária.  De primeiro momento, o valor da diária pode assustar, mas se você pensar que não vai ter que gastar praticamente nada além disso durante os dias que permanecer ali e ainda vai ter um tratamento de primeira, não se torna tão caro!

A comida é excelente! Este era um mix de entradas africanas!

A comida é excelente! Este era um mix de entradas africanas!

A experiência de safári também é única e bem exclusiva, e, diferente dos parques nacionais onde os jipes vão cheios, ali você vai estar acompanhado de apenas mais um casal no máximo! Você vai conhecer o seu ranger (que é o guia de safári) no seu check-in e ele que vai te acompanhar durante toda a estadia naquele lodge! Isso é legal pois ele sabe exatamente o que você ainda não viu e pode tentar encontrar! Como nós ficamos em dois lodges diferentes, tivemos dois rangers, mas isso também não foi um problema.

Nós e nosso ranger Dean, da Long Lee Manor, no fim do nosso último safári!

Nós e nosso ranger Dean, da Long Lee Manor, no fim do nosso último safári!

Vou mostrar um pouco dos lodges que ficamos e dos outros também! Independente de qual você escolher tenha certeza que terá privacidade, tratamento exclusivo e tranquilidade! Acho que a escolha aqui vai ser mais determinada por qual estilo você gosta mais e se está viajando em família ou não!

Eagles Crag Lodge

É o mais luxuoso e exclusivo de todos, com apenas 9 quartos com piscina privativa! É reservado apenas para adultos!

Foto: Shamwari

Foto: Shamwari

Bayethe Tented Lodge

É o que escolhemos para a nossa primeira noite e eu adorei a experiência! O nome Bayethe vem da expressão africana By-ye-ti, que significa: eu te saúdo! Tem o conceito de Glamping, que é acampar com glamour e realmente cumpre muito esta proposta! Tem apenas 12 tendas, todas com piscina privativa e deck, banheira, lareira, sala e mini bar! Simplesmente achei perfeito! O local das refeições é lindo, mistura o rústico com o chique muito bem! A comida era excelente! O único porém foi que a piscina poderia ser um pouquinho aquecida hehehe! O atendimento foi primoroso e adorei encontrar animais soltos pelo hotel!

O quarto é uma "barraca" luxuosa!

O quarto é uma “barraca” luxuosa!

Piscina privativa no quarto! Local super reservado e tranquilo!

Piscina privativa no quarto! Local super reservado e tranquilo!

Banheira com vista da savana! O chuveiro mesmo é lá fora!

Banheira com vista da savana! O chuveiro mesmo é lá fora!

Bayethe Tented Lodge!

Bayethe Tented Lodge!

Neste vídeo faço um tour, para quem quiser ter uma ideia melhor!

Long Lee Manor

É uma mansão estilo eduardiano original, tem 16 quartos, todos com vista para a savana, lindo gramado, e muito conforto! Foi a nossa escolha para a segunda noite! Tem um estilo bem diferente da Bayethe, mais clássico. Achei lindo! Em termos de decoração, prefiro a Bayethe, mas para fazer safári, a Long Lee Manor fica mais próxima às entradas da reserva. Acho que o tempo de safári é melhor aproveitado por aqui. Da Bayethe, que tem a proposta de ser mais isolada, tínhamos que dirigir uns 30 minutos para realmente começar o safári!

O atendimento e restaurante é igualmente excelente! E o cardápio é o mesmo nos dois lodges e, acredito ser igual em todos!

Nossa suíte!

Nossa suíte!

2017-04-06 - D - Shamwari Game Reserve - Long Lee Manor (3)

Meu tour da Long Lee Manor está aí embaixo! Confiram!

Riverdene Family Lodge

Lodge com 9 quartos reservados para famílias, com quartos que são interligados, piscina comum com área rasa para crianças, sala de recreação e atividades para os pequenos. Safári para crianças também disponível.

Foto: Shamwari

Foto: Shamwari

Sarili Family Lodge

Também voltado para famílias, o Sarili tem um estilo mais contemporâneo e possui 5 quartos, piscina em área comum aquecida e rasa para crianças! Também é lindo!

Foto: Shamwari

Foto: Shamwari

Logengula Lodge

Para quem busca tranquilidade e privacidade, este lodge que possui apenas 6 quartos com piscinas privativas e é reservado apenas para adultos, tem esta proposta! (aliás, privacidade e tranquilidade é o que você vai encontrar por toda a reserva, independente de qual escolher!)

Foto: Shamwari

Foto: Shamwari

Dia a dia

O dia a dia de um Game Reserve não é tão relax se você quiser ver bichinhos não! O telefone do quarto toca cedão, às 5:30h, com o Ranger te acordando para o primeiro safári do dia, que sai às 6:00h. A partir das 5:45h o hotel oferece bolo, café, chás e balinhas para os hóspedes darem aquela acordada antes de saírem para explorar! O Safári dura 3 horas, com parada para um mini-café e no retorno, às 9:00h, é servido o café da manhã completo! Dali até às 12:00h você tem livre para descansar, usar sua piscina, spa ou visitar algum dos centros. Das 12:30h até as 14:00h é servido o almoço a la carte e às 15:30h todo mundo se encontra novamente para um bolinho, cafezinho e para fazer o safári da tarde, que começa às 16:00h, com direito a parada para ver o pôr do sol bebendo uma tacinha de vinho sul africano, cerveja, amarula ou outras bebidas! Este safári vai até às 19:00h e das 20:00h em diante é servido o jantar, um dia à la carte e outro estilo churrasco africano, super legal! No outro dia começa tudo outra vez! É muito empolgante!

Pôr do sol incrível na savana durante o safári!

Pôr do sol incrível na savana durante o safári!

Comes e bebes do safári!

Comes e bebes do safári!

Nascer do sol no safári! Lindo demais!

Nascer do sol no safári! Lindo demais!

Você não é obrigado a fazer todos os safáris, mas eles estão incluídos na diária e provavelmente você não vai querer ficar á toa e depois ouvir as pessoas dizendo que viram filhotinhos de leão e você não! Lembre-se que o safári não é um zoológico e que todos os safáris serão diferentes! Você vai ver bichos diferentes e se forem as mesmas espécies, provavelmente estarão em situações diferentes também! Só vimos hipopótamos em um safári e o guepardo estava dormindo num dia e caçando no outro! Mas não vimos os filhotinhos, que pessoas que foram um dia depois da gente viram! A paisagem também muda, pois a reserva é gigante! Então a dica é: levante e vá! Você não vai se arrepender!

Passando frio no safári da manhã, logo no nascer do sol!

Passando frio no safári da manhã, logo no nascer do sol!

Nos jipes existem cobertores disponíveis, pois no início do safári da manhã e no final do safári da tarde faz bastante frio! Nosso ranger também levou bolsas de água quente para esquentar nossas mãos no safári da manhã! Num dos dias estava chovendo, mas fomos mesmo assim! Eles disponibilizam capas de chuva e vimos animais do mesmo jeito! Claro que muitos se escondem, mas já que você está lá, vá mesmo com chuva!

Safári

Reservei esta parte do post para as melhores fotos e algumas curiosidades do nosso safári! No fim também vou colocar um vídeo com os melhores momentos!

Momento legal das zebras!

Momento legal das zebras!

Leõezinhos de 6 a 8 meses!

Leõezinhos de 6 a 8 meses!

O mais legal de tudo para mim foi ver os 6 filhotinhos de leão de pouco mais de dois meses com suas mamães leoas! Eles nunca tinham sido vistos na reserva, pois antes dessa idade ficam bem protegidos pelas leoas! Foi emocionante e muito fofo!

Mamãe leoa e seus filhotinhos de 2 meses, que neste dia foram vistos na reserva pela primeira vez!

Mamãe leoa e seus filhotinhos de 2 meses, que neste dia foram vistos na reserva pela primeira vez!

Leõezinhos seguindo a leoa até a comida!

Leõezinhos de 2 meses seguindo a mamãe leoa até a comida!

Bebê elefantinho mamando!

Bebê elefantinho mamando!

Família de búfalos!

Família de búfalos!

Guepardo curtindo uma malandragem!

Guepardo curtindo uma malandragem!

Búfalo macho!

Búfalo macho!

Família de elefantes!

Família de elefantes!

2017-04-07 - B - Shamwari Game Reserve - Long Lee Manor (172)

Close no comilão!

Close no comilão!

Rinos!!

Rinos!!

Mais zebras!

Mais zebras!

Guepardo estudando sua vítima!

Guepardo estudando sua vítima!

Leão malandro!

Leão malandro!

Filhotinhos são os mais lindos!

Filhotinhos são os mais lindos!

Considerações

Com certeza fazer um safári foi uma experiência única e das mais emocionantes que já vivi e já tenho vontade experimentar novos safáris pela África a fora! Ver os animais livres, no seu habitat natural, totalmente selvagens, é algo único e lindo! Pessoalmente eu já tinha algo que me deixava mal vendo um animal em cativeiro e sendo usado para ser artista de shows para agradar a plateia e isso foi aumentando com o passar dos anos. Depois desta experiência acho que nunca mais vou ter vontade visitar um zoológico por livre e espontânea vontade, pois vendo os animais livres é impossível pensar que possam ser felizes presos, mesmo que sendo bem tratados! Lugar de animal é na natureza e não na jaula! O trabalho de preservação feito tanto nestas reservas privadas quanto nos parques nacionais por toda a África é lindo e acho que temos que incentivar, visitar e divulgar, para que preservem cada vez mais espécies que inclusive estão muito ameaçadas, como o lindo Rinoceronte, que tem pouco mais de 2 mil apenas no mundo inteiro! Temos que pensar qual futuro queremos para a nossa vida selvagem e nosso planeta e acredito que não é incentivando  o cativeiro e uso de animais para entretenimento que faremos a diferença!

2017-04-07 - B - Shamwari Game Reserve - Long Lee Manor (190)

É isso aí pessoal! Poderia colocar mais 100 fotos hehehe! Espero que tenham gostado e que se inspirem para fazer um safári também!

Obrigada pela visita e até o próximo post, que espero que saia mais rápido que esse!

Para saber mais sobre a África do sul, acessem meus outros posts da série:

Ah, e aqui embaixo está o nosso mapa com todos pontos citados nesse e nos outros posts da África do Sul.

Share: